Acesse:

Compartilhe:

Tour da Tocha

O revezamento começa 100 dias antes da cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos Rio 2016 em Olímpia, na Grécia. De lá, a chama Olímpica viaja até o Brasil, onde começa a trilhar o seu caminho rumo ao Rio de Janeiro, sua parada final. A essência do revezamento é passar a chama Olímpica de um condutor da tocha para outro, envolvendo todo o país no clima dos Jogos. De lá, passará por cidades gregas durante uma semana até chegar à capital Atenas —cidade-berço dos Jogos Olímpicos, quando então segue para o Brasil de avião, desembarcando no início de maio no Distrito Federal.

Em Minas Gerais o percurso começa no dia 7 de maio e passará por mais de 30 cidades. O circuito foi definido pelo governo federal levando em conta critérios logísticos, turísticos e culturais. Além de envolver o povo brasileiro no aquecimento para os Jogos Olímpicos de 2016, a ideia do revezamento é contar histórias de todos os lugares do Brasil e servir como um legado de inspiração para as gerações futuras.

Os municípios são: Araguari, Uberlândia*, Uberaba, Araxá, Serra do Salitre, Patrocínio, Patos de Minas*, Varjão de Minas, Pirapora, Montes Claros*, Bocaiúva, Couto de Magalhães de Minas, Diamantina e em seu distrito Biribiri, Curvelo*, Datas,
Serro, Guanhães, Governador Valadares*, Naque, Coronel Fabriciano, Itabira*, Ouro Preto, Itabirito, Inhotim (distrito de Brumadinho), Belo Horizonte*, Contagem, São João Del Rei, Tiradentes, Barbacena, Juiz de Fora*, Bicas, Leopoldina, Muriaé.

Dessas, 8 cidades (Belo Horizonte, Itabira, Uberlândia, Patos de Minas, Curvelo, Montes Claros, Governador Valadares e Juiz de Fora) são as chamadas cidades celebração. Nelas a tocha permanecerá ao fim de cada dia de revezamento, onde também será realizada uma festividade, um grande evento com show musical nacional e outras atrações.
Depois de passar pelos demais estados da federação o tour terminará no dia 5 de agosto de 2016, quando o último condutor da tocha acenderá a pira Olímpica na cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos Rio 2016, no Maracanã.

Curiosidades
– Ao todo serão entre 90 e 100 dias de percurso.

– Serão 12 mil condutores, cada um percorrendo cerca de 200 metros com sua tocha – o que é passado de uma para outra é a chama Olímpica, a mesma acesa ainda na Grécia. Serão 20.000 quilômetros por estradas e ruas brasileiras e mais 10.000 milhas aéreas em trechos das Regiões Norte e Centro-Oeste, entre Teresina e Campo Grande – sem que o fogo se apague.

– Durante a rota do revezamento no Brasil, a tocha será carregada por cerca de 12 mil condutores, além de voar 10 mil milhas pelo país. O símbolo olímpico vai passar por 83 municípios escolhidos como “cidade celebração”: em cada um desses locais, haverá um grande evento, que inclui show musical nacional e outras atrações. Todas as 27 capitais dos estados e do Distrito Federal estão incluídas na lista.

– O revezamento será feito, além dos carregadores, por um comboio de veículos, que deve passar por cerca de 500 cidades: 300 receberão o revezamento propriamente dito e outras 200 assistirão à passagem do comboio com a chama exposta. Todo o percurso foi montado sob a premissa do maior número possível de pessoas impactadas, dentro do período pré-estabelecido para a duração total do revezamento.

– Planejado como um evento para promover a celebração do espírito olímpico de Norte a Sul do país, o revezamento ganhou uma marca que faz referência ao design da própria tocha olímpica e foi escolhido em um concurso nacional. As cores quentes remetem à chama e ao calor humano dos brasileiros. Essa identificação visual também vai fazer parte da decoração das cidades que vão receber a tocha.

– Antes de acender a pira na cerimônia de abertura dos Jogos Rio 2016, dia 5 de agosto do ano que vem, a tocha olímpica visitará por volta de 300 cidades em todas as regiões do Brasil. O principal símbolo das Olimpíadas seguirá um roteiro que vai durar entre 90 e 100 dias e percorrer aproximadamente 20 mil quilômetros.

– A população e até mesmo celebridades escolhidas para participar do revezamento no tour foram escolhidas por meio de sorteios em concursos promovidos pela Rio 2016. Os patrocinadores também possuem uma cota de indicação de nomes.

– O termo revezamento se aplica somente à chama olímpica, já que a tocha será uma por carregador.